Presidente da Petrobras, José Mauro Coelho, renuncia ao cargo após pressão sobre combustíveis

Decisão foi tomada após escalada da tensão com o governo na última semana.

José Mauro Coelho, presidente da Petrobras (PETR3/PETR4) renunciou ao posto nesta segunda-feira, 20, após ser pressionado pelo governo a deixar o cargo. Coelho já havia sido demitido por Bolsonaro, mas aguardava rito no conselho de administração para deixar efetivamente o comando da estatal. A renúncia, informada pela Petrobras em fato relevante, acelerou o processo.

Segundo a empresa, a nomeação de um presidente interino será examinada pelo conselho de administração da Petrobras a partir de agora.

A demissão responde à escalada da pressão sobre a Petrobras após o presidente da Câmara, Arthur Lira, afirmar na sexta-feira que Coelho deveria renunciar “imediatamente”. No dia anterior, a estatal havia anunciado um reajuste de 14% no diesel e 5% na gasolina que entrou em vigor no fim de semana.

Como resposta, o governo sugeriu que tentará a partir desta segunda-feira, 20, iniciar os trâmites para uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a estatal. Para além da discussão da política de preços, Lira ameaça implantar um imposto de exportação para compensar a alta dos combustíveis.

 

Fonte: https://exame.com/invest/mercados/presidente-da-petrobras-jose-mauro-coelho-renuncia-ao-cargo-apos-pressao-sobre-combustiveis/

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.