Irã diz que ao enviar navios petroleiros à Venezuela, obrigou EUA a respeitar as leis

O embaixador iraniano persa na Venezuela destaca que o embarque de petroleiros iranianos para o país sul-americano fez com que os Estados Unidos se submetessem às leis internacionais.

Petroleiro iraniano entra em águas territoriais venezuelanas

 

“O governo violador dos EUA foi obrigado pelo Irã a assumir suas responsabilidades perante os tratados internacionais”. Este é o efeito estratégico da chegada dos navios petroleiros na Venezuela, segundo o embaixador persa em Caracas, Hoyatolá Soltani.

O diplomata persa acrescentou que o Irã conseguiu a vitória que a comunidade internacional e a Organização das Nações Unidas (ONU) desejavam por muitos anos, isto é, obrigar Washington a respeitar suas obrigações estipuladas em convênios internacionais.

O governo de Teerã enviou cinco navios-tanque à República Bolivariana para aliviar a grande escassez de combustível que o país sul-americano está sofrendo como resultado das medidas coercitivas ilegais e unilaterais impostas pelos Estados Unidos, no âmbito de sua campanha de pressão contra o governo legítimo da Venezuela da Venezuela, presidido por Nicolás Maduro.

A chegada de petroleiros do Irã ao mar do Caribe, debaixo do nariz dos EUA, para comercializar com a Venezuela, marca o fim do sistema unipolar, afirma uma autoridade iraniana.

Três dos cinco navios-tanque, que transportam aproximadamente 1,53 milhão de barris de combustível, já estão nas águas venezuelanas: o ‘Fortuna’, o ‘Floresta’ e o ‘Petúnia’. Todos chegaram ao país sul-americano escoltados pelas forças armadas venezuelanas.

Enquanto isso, o quarto navio iraniano, o ‘Faxon’, deve chegar às águas venezuelanas nesta quarta-feira, e o último, ‘Cravo’, está programado para chegar em 1º de junho, segundo a mídia iraniana.

As autoridades venezuelanas apreciaram a ajuda do Irã ao país em meio a sanções e ameaças dos Estados Unidos, destacando que o envio de navios iranianos constitui um grave revés para o presidente dos EUA, Donald Trump, que aumentou os níveis de hostilidade contra os povos independentes e soberanos da Venezuela e do Irã.

O presidente venezuelano Nicolás Maduro, por sua vez, elogiou que o envio de navios-tanque iranianos é um símbolo de liberdade e coragem de ambos os países e se tornou um marco de independência.

 

Fonte: https://www.brasil247.com/mundo/ira-diz-que-ao-enviar-navios-petroleiros-a-venezuela-obrigou-eua-a-respeitar-as-leis

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.