Aumento dos preços de combustíveis é fruto da incompetência de quem governa o Brasil, disse Rui Costa

Durante seu programa semanal na internet, o “Papo Correria”, o governador Rui Costa (PT) disse que o o alto valor cobrado nas bombas de combustíveis do país é fruto da incompetência de quem governa o Brasil.

A resposta foi dada em tom de indignação a um internauta que fez o questionamento atribuindo os aumentos nos postos à supostos reajustes no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Rui classificou como fakenews as informações que tentam culpar os governadores pelos reajustes.

“Não fizemos nenhum aumento no percentual de ICMS. O ICMS por exemplo do diesel, a Bahia tem menor ICMS do Brasil. Então é calúnia, mentira, de quem é irresponsável. Por que divulgam tanta mentira? Porque eles são os responsáveis do preço do gás está acima de R$ 100”, questionou Rui.

O governador lembrou dos constantes protestos que ocorriam quando a presidente do país era sua correligionária Dilma Rousseff (PT) e estranhou o silêncio de quem criticava. “Na época de Dilma, tinha gente que fazia vídeo no posto de gasolina para criticar a gasolina que estava R$ 2,35, você lembra? Quantos vídeos que você viu na internet de pessoas xingando, reclamando. ‘Gasolina a R$ 2, que absurdo’. Hoje essas pessoas estão caladas, ou divulgando fakenews. A gasolina passa de cinco, o gás de cozinha passa de R$ 100 e essas pessoas ou estão caladas ou divulgado fakenews. Então, o Estado da Bahia não fez e não fará nenhum aumento de percentual do ICMS”, disse antes de atribuir os aumentos à quem governa o país.

“O responsável pelo aumento dos combustíveis no país é a incompetência, é a seita de pessoas que não têm capacidade de governar, é a seita que tem provocado milhares de mortes no Brasil. Eles são responsáveis pelos aumentos de combustíveis. Como não têm o que explicar, a única saída deles é distribuir notícias falsas para enrolar ou enganar as pessoas incautas e que não têm eventualmente acesso à informação”, concluiu.

Na última semana, o preço da gasolina comercializada em Guanambi voltou ao patamar de R$ 6. A média dos postos foi de R$ 5,985, de acordo com a última pesquisa da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). A média do Estado foi de R$ 5,916.

Na última sexta-feira (11), a Petrobras anunciou a redução de 2% no preço da gasolina nas refinarias, o que representa cerca de R$ 0,05. No entanto, os valores ainda não foram repassados aos consumidores. No ano,  a gasolina registra aumento de 37,5% nas refinarias.

ICMS e aumento dos combustíveis

política de preços adotada há quatro anos pela Petrobras promove reajustes periódicos nos preços de acordo com o custo do produto no mercado internacional. Esta composição leva em consideração o valor do dólar frente ao real e a cotação do barril do petróleo. Nos Estados, a tributação do ICMS é feita e acordo com o valor médio do produto nos postos.

Bahia cobra 28% do imposto sobre a gasolina e 18% sobre o diesel e esta alíquota segue inalterada desde 2017. Cabe à Receita Estadual fazer as atualizações sobre o valor de referência para a cobrança do imposto. O preço praticado pelos postos aumentou 46% no período de um ano. Já o valor de referência do ICMS variou 31%, 15 pontos a menos do que o valor final do produto.

 

 

Fonte: https://agenciasertao.com/2021/06/16/aumento-dos-precos-de-combustiveis-e-fruto-da-incompetencia-de-quem-governa-o-brasil-disse-rui-costa/

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.