Venda da Refap tem como prazo até o final de julho

Refinaria de Canoas está sendo negociada com o Grupo Ultra

 

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) prorrogou, nesta quarta-feira (28), os prazos para que a Petrobras realize a venda de refinarias e ativos do mercado de gás natural. Com isso, a privatização da refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, tem como novo limite para a assinatura do acordo a data de 31 de julho deste ano. A Petrobras já recebeu uma proposta (sigilosa) do Grupo Ultra quanto ao complexo gaúcho e agora resta saber se a estatal aceitará ou não os valores propostos.

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.