Petróleo cai diante de preocupações persistentes com demanda chinesa

Os preços do petróleo caíram nesta terça-feira (22), com os investidores permanecendo focados na probabilidade de que a situação econômica da China continue prejudicando a demanda do maior importador mundial de petróleo.

O petróleo Brent fechou em queda de US$ 0,43, ou 0,5%, a US$ 84,03 o barril, enquanto o contrato mais ativo de outubro dos EUA caiu US$ 0,48 para US$ 79,64.

O contrato do primeiro mês do WTI caiu US$ 0,37 a US$ 80,35 o barril, em um volume muito limitado antes de seu vencimento iminente.

A China, a segunda maior economia do mundo, é considerada crucial para sustentar a demanda de petróleo durante o resto do ano. A sua lenta atividade econômica frustrou os mercados, uma vez que o estímulo prometido ficou aquém das expectativas, incluindo um corte menor do que o esperado num importante indicador de referência para empréstimos na segunda-feira.

“Os cortes na produção da Arábia Saudita e da Rússia foram em grande parte anulados pelo enfraquecimento da procura de petróleo por parte da China, que parecia ter se desenvolvido no mês passado e deverá continuar durante o resto do verão”, disse Jim Ritterbusch, presidente da Ritterbusch and Associates LLC em Galena, Illinois.

Ampliando as preocupações com a demanda, os responsáveis ​​do banco central dos EUA não descartaram novos aumentos das taxas de juro para conter a inflação.

 

Fonte: https://www.fecombustiveis.org.br/noticia/petroleo-cai-diante-de-preocupacoes-persistentes-com-demanda-chinesa/254339

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *