Operação Gaeco prende dois e investiga esquema de posto de combustível para desviar dinheiro

Além disso, os policias cumprem mandado de busca e apreensão na casa do prefeito de Ribas do Rio Pardo, Paulo Tucura.

 

 

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), deflagou hoje (12) a operação Combustão que investiga o esquema para desviar dinheiro público usando um posto de combustível.

O MP-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) não informou o nome do estabelecimento comercial onde era realizado o abastecimento fraudulento, valores eram retirados em espécie no posto de combustíveis que integrava o núcleo criminoso.

No entanto, os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão no Posto Bonanza, da bandeira Taurus, às margens da BR-262, no perímetro urbano de Ribas do Rio Pardo. Além disso, o prefeito de Ribas do Rio Pardo, Paulo Tucura também teve visita do Gaeco hoje (12).

A operação tem 17 mandados de busca autorizados pelo TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), e serão em Campo Grande, Ribas do Rio Pardo, Dourados e São Gabriel do Oeste.

Outras duas pessoas foram presas em flagrante por posse irregular de arma de fogo.  A prefeitura de Ribas do Rio Pardo informou que vai se posicionar sobre a operação em nota, que será divulgada durante o dia.

A ação tem apoio do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

 

Fonte: https://www.enfoquems.com.br/campo-grande/operacao-gaeco-prende-dois-e-investiga-esquema-de-posto-de-combustivel-para-desviar-dinheiro

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.