No início de 2022, preço da gasolina pode registrar queda de 5,94%

O preço da gasolina poderá registrar queda no começo do ano de 2022, conforme levantamento da ValeCard. Confira os detalhes.

Durante o ano de 2021, um dos itens que sofreu maior reajuste foi a gasolina. Ela foi, inclusive, responsável pela alta da inflação que refletiu em outros produtos. Contudo, parece que os sucessivos aumentos podem ter uma queda no início de 2022. De acordo com a ValeCard, empresa especializada em soluções de gestão de frotas, a gasolina pode registrar queda de 5,94%.

A expectativa leva em consideração o primeiro trimestre de 2022 e o valor da gasolina poderá chegar, em média, ao valor de R$ 6,18 no mês de março. O valor é o menor previsto para todo o ano, já que a expectativa é de que em abril os preços devem voltem a subir.

Gasolina pode registrar queda de 5,94% no começo de 2022

O valor da gasolina deve ter uma baixa no primeiro trimestre de 2022 e a maior alta para o referido ano deve chegar em setembro, quando a estimativa é que, em média, chegue ao valor de R$ 6,55.

A expectativa é de que no ano que vem o real continue desvalorizado em comparação ao dólar. Esse cenário que deve ser acentuado a partir do mês de abril.

Preço da gasolina em 2021 tem ligeira queda

Ao comparar o preço médio atual da gasolina com o dia 30 de novembro, é possível identificar uma pequena redução de dois centavos. Contudo, o valor é algo relativamente pequeno se comparado com as altas dos últimos meses.

Confira os valores atualizados com base no dia 16 de dezembro de 2021:

  • Gasolina Comum: R$ 6,951;
  • Etanol: R$ 5,794;
  • Diesel S10 Comum: R$ 5,675;
  • Diesel: R$ 5,594;
  • Gás Natural: R$ 4,471.

Agora, confira os valores que eram praticados no dia 30 de novembro de 2021:

  • Gasolina Comum: R$ 6,972;
  • Etanol: R$ 5,821;
  • Diesel S10 Comum: R$ 5,683;
  • Diesel: R$ 5,590;
  • Gás Natural: R$ 4,458.

Conforme informações da Petrobras, a alta do preço do barril do petróleo no mercado internacional e o câmbio do dólar (mais valorizado que o real) fazem com que o combustível tenha aumentos.

 

Fonte: https://www.tudobahia.com.br/economia-negocios/2021/12/26/no-inicio-de-2022-preco-da-gasolina-pode-registrar-queda-de-594/

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.