MPDFT abre inquérito por propaganda enganosa em postos da Shell

Segundo a Promotoria de Defesa do Consumidor, a empresa estaria divulgando com destaque preços do app ao invés dos valores das bombas.

 

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou inquérito para investigar os postos de combustíveis da Shell por possível propaganda enganosa. Segundo o MPDFT, a rede teria o costume de divulgar em destaque os preços dos combustíveis oferecidos pelo aplicativo, em vez de destacar os cobrados nas bombas. A prática é ilegal.

A 2ª Promotoria de Defesa do Consumidor será responsável pela condução do inquérito. De acordo com o Decreto Federal nº 10.634, de 22 de fevereiro de 2021, os postos devem expor o preço real da bomba de forma destacada.

O Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon-DF) aplicou R$ 4.226.923,74 em multas contra postos em 2020 e 2021. Fiscais flagraram casos de propaganda enganosa e aumento abusivo de preços.

Outro lado

Metrópoles entrou em contato com a rede Shell. O espaço permanece aberto para eventual o posicionamento da empresa sobre o caso.

 

Fonte: https://www.metropoles.com/distrito-federal/mpdft-abre-inquerito-por-propaganda-enganosa-em-postos-da-shell

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.