Mesmo modesta, alta da gasolina nesta 5ª traz volta da competitividade do etanol

Diesel Combustível Postos

 

O aumento que a Petrobras (PETR3PETR4) vai conceder para a gasolina a partir de quinta-feira (2), de 3% nas refinarias (e mais 6% no diesel), embora pequeno, deve ajudar o etanol a ter uma maior demanda nas bombas. E melhorar as posições de vendas das usinas.

Aguardado desde o início da semana passada, o reajuste chegou quando o petróleo voltou aos US$ 42 o barril do tipo brent, nesta quarta (1), o que pode dar lugar a novos aumentos na semana que vem.

O etanol perdeu 2,83% na média de 5 dias úteis ponderada pelo Cepea/Esalq até dia 26 – quando ficou em R$ 1,6166/litro nas usinas – mais o recuo de 0,83% no fechamento dos negócios da semana anterior.

Quedas que anularam a expressiva alta de 3,24% observada entre 8 e 12 de junho. Nesse período, a gasolina obteve dois reajustes, de 10% e 5%, e mesmo assim sem manteve competitiva.

 

 

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.