IBP aumenta projeção de déficit de diesel para outubro

As perspectivas de abastecimento do mercado brasileiro de diesel S10 pioraram este mês. O boletim de monitoramento do Instituto Brasileiro do Petróleo e Gás (IBP) mostra um déficit de 115 milhões de litros em outubro, que terá de ser suprido pelos estoques das empresas.

— Há duas semanas, a previsão do IBP era de que o déficit seria de 99 milhões de litros. E há um mês, era de 32 milhões de litros.

A expectativa é que haja uma piora na oferta de diesel no mercado internacional nas próximas semanas. O instituto cita que a manutenção de refinarias na Europa e paradas inesperadas — como a greve na França — reduziram a oferta no continente.

— O IBP estima que a produção das refinarias brasileiras e a importação de S10 totalizarão 3,274 bilhões de litros em outubro. Já a demanda projetada é 3,389 bilhões de litros.

— Apesar do cenário, o instituto não crê em desabastecimento e projeta superávits em novembro e dezembro:
“Os agentes do setor seguem ofertando o produto necessário para o abastecimento do país apesar da instabilidade do mercado internacional”, diz o boletim.

A ANP propôs uma medida para obrigar as grandes distribuidoras a aumentarem os estoques de diesel, entre setembro e novembro. Em meio à reação do setor, a agência voltou atrás.

A Leggio Consultoria estima que os volumes de diesel no mundo, que já estão mais baixos que o habitual, devem cair ainda mais. A Europa tende a reduzir as importações da Rússia, enquanto outros grandes produtores devem cortar volumes para venda. A Índia aumentou impostos para exportação. E a China limita a quantidade vendida a outros países.

— A consultoria defende a busca de cadeias alternativas de suprimento, sobretudo na Ásia. Atualmente, a importação brasileira se concentra nos EUA (60%), mas, com a reorganização dos fluxos comerciais globais, a tendência é que haja menos produto disponível nesse país.

 

Fonte: https://www.fecombustiveis.org.br/noticia/ibp-aumenta-projecao-de-deficit-de-diesel-para-outubro/251209

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *