Cummins desenvolve motor que aceita todos os tipos de combustíveis e promete revolução na indústria automotiva global

Para não deixar o mercado de motores à combustão morrer, assim como a aliança “Team Japan”, das fabricantes japonesas Toyota, Subaru, Mazda, Kawasaki e Yamaha, a Cummins está fazendo a sua parte ao desenvolver o primeiro motor do mundo capaz de aceitar todos os tipos de combustíveis

O motor à combustão interna teve seus dias de glória, mas a jornada está prestes a terminar com o início da era dos veículos elétricos. Desde que isso ficou claro, a indústria automotiva, assim como as grandes petroleiras, lutaram para salvar o motor à combustão e tudo o que vem com ele. Na última jogada, a Cummins anunciou um motor de combustão interna que pode basicamente funcionar com qualquer combustível.

Cummins ganha destaque com o seu novo motor que aceita qualquer combustível fóssil

A Cummins é um dos maiores players no campo de motores de combustão interna e anunciou recentemente planos para migrar para o hidrogênio. Há desafios pela frente, pois o hidrogênio queima de maneira diferente de outros combustíveis. É por isso que a Cummins projetou uma câmara de combustão otimizada para mistura de combustível, movimento de carga e geração de turbulência no motor.

A partir de 2024, a Cummins aplicará tecnologias independentes de combustíveis em suas plataformas de motores das Séries X, L e B. As ofertas de motores de combustão interna a diesel, gás natural e hidrogênio visam ajudar na transição para motores de emissão zero.

Dependendo do tipo de combustível, esses motores serão mais ou menos limpos, mas isso não muda o fato de que os motores de combustão interna têm uma baixa eficiência intrínseca. E, é claro, qualquer queima de gás liberará NOx e partículas nocivas na atmosfera.

Anúncio oficial da Cummins

A Cummins anunciou detalhes do que chama de primeira linha de motores agnósticos de combustível do mundo. O plano emprega blocos de motor comuns e outros componentes principais, enquanto variações nas especificações do cabeçote permitem que os motores funcionem com diferentes tipos de combustível, incluindo diesel, gás natural e hidrogênio.

Essa nova abordagem de design da Cummins será aplicada nos três principais portfólios de motores da empresa, B, L e X-Series. A arquitetura da Série B inclui o turbo ISB 6.7L, empregado nas picapes Ram 2500 e 3500 HD. Os portfólios de motores Cummins L e X-Series são usados para ônibus, motorhomes, semi-caminhões e equipamentos de construção, entre outras aplicações.

Ao fazer o anúncio, Srikanth Padmanabhan, presidente do negócio de motores da Cummins, disse: “Acreditamos que, nos próximos 40 anos, os motores de combustão interna ainda estarão lá como uma tecnologia transitória antes de chegarmos a esse destino zero”.

Independente do combustível – Os motores funcionarão

A Cummins promete que, independentemente do tipo de combustível, sua próxima geração de motores das séries B, L e X ainda será capaz de fornecer desempenho semelhante ao diesel.

Stellantis anunciou recentemente planos para uma picape Ram HD movida a hidrogênio antes do final da década. Não está claro se a empresa planeja trabalhar com a Cummins para oferecer uma série B em linha 6 movida a hidrogênio, ao lado da versão diesel do motor popular, ou se a empresa está planejando buscar uma solução de acionamento elétrico de célula de combustível de hidrogênio.

“Chegar a zero não é um evento de interruptor de luz. As emissões de carbono que colocamos na atmosfera hoje terão um impacto duradouro. Isso significa que qualquer coisa que possamos fazer para começar a reduzir a pegada de carbono hoje é uma vitória para o planeta. Precisamos agir agora”, disse Srikanth Padmanabhan, presidente da Cummins Engine Business.

 

Fonte: https://clickpetroleoegas.com.br/cummins-desenvolve-motor-que-aceita-todos-os-tipos-de-combustiveis-e-promete-revolucao-na-industria-automotiva-global/

 

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.