Combustíveis – Importação de gasolina dispara e cresce 119% em apenas um ano

Em setembro de 2021, Brasil importou cerca de 202 milhões de litros de gasolina. Com receio em faltar combustíveis, Petrobras aumenta importação.

 

Conforme levantamento realizado pela Logcomex, startup de automação e big data especializada em comércio exterior, em setembro de 2021, o Brasil realizou importação de 202 milhões de litros de gasolina, o equivalente a R$137 milhões. No mesmo período em 2020, o país importou mais de 151 milhões de litros de gasolina, o que corresponde a R$62 milhões.

Receosa com o desabastecimento do setor de combustíveis, a Petrobras tem avaliado aumentar o volume de importações. Nas análises, as equipes da petroleira avaliam ainda, as previsões de consumo, os preços a serem praticados, o nível de estoques de importadores e de distribuidores.

Petrobras aumenta importação de combustíveis como forma de prevenir possível desabastecimento

A Petrobras aumentou as importações de derivados em 116,1% no terceiro trimestre desse ano em relação ao ano passado, após ter seus estoques de refino quase no limite. Nos nove primeiros meses de 2021, o avanço chegou a 86,3%.

Com o aquecimento da economia devido ao grande percentual de brasileiros vacinados, o consumo de gasolina aumentou, elevando, também, a necessidade de maior estoque. Além disso, as distribuidoras solicitaram mais gasolina e diesel para a Petrobras, porque querem comprar da estatal combustíveis a um preço menor do que comprariam no exterior.

De acordo com a Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), a defasagem está hoje em 13% no caso da gasolina; e em 17% no do diesel. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP), o Brasil exporta mais petróleo e derivados do que importa. De janeiro a junho, a exportação diária foi de 1,44 milhão de barris e a importação foi de 170 mil barris por dia.

Petrobras anunciou ontem (29/11) mais uma venda de toda sua participação em bloco exploratório; entrega do Campo de Catuá, na Bacia de Campos, que tem como objetivo focar nos campos de águas profundas e ultra-profundas do Pré-sal

A petroleira brasileira Petrobras, informou ontem à noite (29/11), em continuidade ao comunicado divulgado em 22 de outubro de 2021, o início da fase vinculante referente à venda integral de sua participação (100%) no Campo de Catuá, pertencente ao Bloco Exploratório BC-60, localizado na Bacia de Campos, no estado do Espírito Santo.

De acordo com o anúncio da estatal, os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão carta-convite com instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo orientações para a realização de due diligence e para o envio das propostas vinculantes, disse a Petrobras. Confira esta matéria na íntegra clicando aqui.

 

Fonte: https://clickpetroleoegas.com.br/combustiveis-importacao-de-gasolina-dispara-e-cresce-119-em-apenas-um-ano/

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.