Brasil deve voltar a taxar em 20% importação de etanol dos EUA

Governo brasileiro queria a redução das tarifas cobradas sobre o açúcar exportado para o país norte-americano em troca de manter a cota de 750 milhões de litros isenta de tarifas.

A portaria do Ministério da Economia que institui a cota de 750 milhões de litros de etanol que poderiam ser importados sem taxas venceu neste domingo, 30. No início de agosto, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, chegou a ameaçar taxar produtos brasileiros caso o governo não mantivesse a isenção tarifária. A renovação do benefício chegou a ser pautada na reunião do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia, na semana passada, mas a matéria saiu de pauta.

Enquanto o governo lidava com a pressão dos americanos, ele sofria pressão do setor de etanol nacional. O Ministério da Agricultura pretendia fechar um acordo com os Estados Unidos: seguir com a tarifa zero na venda de etanol desde que os EUA reduzissem a tarifa de importação do açúcar brasileiro, que hoje está em 140% passada a cota de cerca de 140 mil toneladas. Fontes do ministério dizem que não houve movimentação do lado americano sobre o pedido do governo brasileiro e, então, a tarifa zero para o etanol não foi renovada.

De toda forma, o setor a frente parlamentar de promoção ao setor sucroalcooleiro pretendem se manter atentos caso essa medida de isenção das tarifas ao etanol volte ao debate na Camex.

 

Fonte: https://www.canalrural.com.br/programas/informacao/rural-noticias/brasil-taxar-importacao-etanol-estados-unidos/

 

Compartilhe essa notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.